NOVO! Nova revista digital Leia mais

Backstage

Na contramão das ostentação

5 Mins read
Conheça Brunno Mello o influencer que está em fase de ascensão. O segredo? Vida simples.

POR: Roberto Rodrigues

Ah, o mundo virtual: onde todos são felizes, bem sucedidos, frequentam os melhores lugares, são bem amados, tem a família perfeita, vestem somente roupas de grife e ostentam uma vida repleta de luxo e  conforto… Será que tudo isso é verdade? Até que ponto a vida desses influencers é real?  Principalmente na hora da venda de posts para vender produtos e serviços de qualidade duvidosa. Influenciam? Sim, mas talvez de uma forma negativa e descompromissada.

Mas nem tudo está perdido, nos canais do youtube e no instagram.

Diferente que a maioria dos milhares de influencers que invadiram as redes conversamos com dois influenciadores  que estão em plena ascensão nas redes sociais, porque mostram realmente quem são e o que gostam, independente de modismos e ostentação desnecessária.

Brunno Mello é um jovem que mora na periferia de Itapevi, sonhador, talentoso, dono de um sorriso fácil que é assistido por quase 800 mil pessoas em seu canal de youtube onde divide com seus seguidores a sua realidade, a forma com que conduz a vida simples e divertida e provando que pode ser feliz ostentando uma vida tranquila. É comum assistir vídeos dele dentro de estações de trem, almoçando no restaurante de 1 real ou falando da sua bissexualidade assumida recentemente. Essa clareza na condução de sua vida tem feito que seu canal a cada dia cresça e que as pessoas se identifiquem com seu life style, afinal não moramos na Suiça e sim no Brasil, onde a maioria das pessoas pertencem à classe C e estão a cada dia lutando para sobreviver com dignidade.

Conversamos com ele sobre o sucesso de seu canal:

Como surgiu a oportunidade para ser youtuber?

Eu tinha 19 anos, passava por uma fase financeira horrível, fazia “bico” em várias empresas mas não me conformava de estar trabalhando em algo que não era o que meu coração queria (cantar e mostrar meu talento para o mundo).

Certo dia desempregado e cansado daquela rotina ganhando tão pouco e estando tão distante do que eu realmente sonhava, me lembro que pensei “ninguém vai saber que eu existo se eu ficar apenas sentado aqui na cadeira reclamando, pra ser notado eu preciso fazer diferente.”  Gravei um vídeo para meu perfil no facebook com a webcam do notebook (por estar sem celular), uma resposta da música “Homem não chora” – Pablo do Arrocha, que na época era um viral.

Os resultados superaram minhas expectativas, continuei fazendo vídeos, pegando celulares  emprestados de amigos para melhorar a qualidade, até que um dia  meu melhor amigo morreu, criei uma homenagem para ele em forma de música onde eu explicava os detalhes de como foi o choque ao saber da tragédia, repostei em meu canal (que inicialmente eu tentava fazer trolagens e comédia mas não virava) e em poucos dias o vídeo já estava com mais de meio milhão de acessos, este vídeo foi que me abriu portas no youtube.

 

Qual o seu público-alvo?

Vejo meu canal como um hospital da alma onde geralmente jovens a partir de 9 anos entram com o coração machucado e que de alguma forma encontram ajuda lá.

Em suas músicas você geralmente relata experiências de seguidores. Hpuve alguma situação que o surpreendeu?

Diariamente recebo vários relatos surpreendentes em minhas redes sociais, lembro-me de uma vez que uma seguidora me contou que o seu padrasto a violentava em casa quase todas as noites (pois sua mãe trabalhava em horário noturno) e um dia após ela tomar coragem de contar pra ela, a mãe friamente respondeu que a filha estava mentindo e preferiu acreditar no atual marido, a menina por sua vez, tentou suicídio de diversas formas.  Na mensagem ela relatava que havia encontrado forças em meus vídeos, pois até então já não sentia a mínima vontade de viver.

Outro caso muito triste foi no inicio desse ano, um de meus seguidores tentou conversas comigo por diversas vezes em redes sociais, algumas vezes consegui responder, outras vezes por excesso de mensagens eu não consegui notá-lo, infelizmente era quando ele mais precisava. A noite ao finalizar uma agenda corrida durante o dia, percebo diversas marcações em um comentário no meu facebook, era um comentário do rapaz dizendo que me amava e me agradecendo por tudo em clima de despedida. Ele se suicidou devido a bullying e depressão.

 

O fato de você mostrar a sua realidade incomoda outros youtubers?

Nunca recebi críticas diretamente de youtubers por mostrar minha realidade, mas já fui muito menosprezado por vários deles em eventos, a maioria são egocêntricos e se acham superiores por terem maior quantidade de seguidores. infelizmente para eles, se você tem menos, você vale menos, eles enxergam teu valor nos numerais de suas redes sociais e eu sou o exposto dessa futilidade, odeio babacas desse tipo.

 

O seu canal tem crescido. Qual seria o motivo?

O youtube é uma plataforma onde para se manter em alta é necessário inovação constante.  Acredito que o motivo  do crescimento do meu canal, seja uma auto identificação do público com o meu conteúdo, eu não finjo ter o que não tenho, por mais que eu transite entre classe média baixa e entre a classe alta, eu sei bem o meu lugar e minha origem, mostro os dois “mundos” de forma natural sem perder minha essência, talvez esse seja o segredo, verdade e humildade no que se faz.

 

Você acredita que boa parte dos infliencers vivem uma vida fake?

Com certeza sim ! Muitos querem mostrar ser o que não são. Já ouvi pessoas desse meio falando “não gosto de fulano mas tenho que puxar muito o saco dele para poder andar junto e crescer ainda mais porque tem muitos seguidores”. Muitos se tornam pessoas falsas e fúteis, adoram ostentar coisas que muitas das vezes são conseguidas através de permutas e eles se sentem os bilionários, fingindo ter pago por tudo aquilo, mas em muitos desses casos a conta bancária está negativa e o nome no SPC e SERASA

  

É vantajoso ser youtube financeiramente?

Acredito que já tenha sido, de fato é o melhor emprego que já tive na vida (e olha que já trabalhei em muita coisa), mas atualmente os ganhos lá estão cada vez mais complicados e decepcionantes, talvez pelo o excesso de youtubers e de mudanças que a plataforma tem feito. Neste momento se você não for um youtuber com altos números de visualizações mensais, ao invés de ganhar vantagens você ganha apenas cansaço e frustração.

 

Como você se imagina daqui a 5 anos?

Meu verdadeiro sonho sempre foi ser cantor, eu me imagino atuando na área e produzindo conteúdos para o canal apenas por hobby. Quero fazer um curso universitário (talvez de propaganda e publicidade), com uma casa própria, um carro e uma vida financeira estável. Para ser sincero, não gosto de criar expectativas, gosto de traçar metas, algumas talvez levem mais tempo para serem atingidas, já dizia o velho ditado “é melhor se surpreender do que se decepcionar”.

 

Sigam o canal de Brunno Mello no youtube e instagram:  @brunno_melloo

Related posts
Backstage

Ivete Sangalo será a primeira celebridade mundial a participar da Iniciativa Global One Flag para apoiar os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

3 Mins read
Cantora brasileira vai convidar os fãs de esporte a enviarem fotos torcendo para os atletas durante os jogos, unindo todos em uma…
Backstage

Natan Balieiro grava o Programa 'The Show' em SP, com participação da cantora Solange Almeida e David Brazil

1 Mins read
Apresentado por Natan Balieiro, o Programa The Show, no ar há 3 anos e sempre com excelente índices de audiência na região…
Backstage

Méliuz comemora 10 anos com lançamento de música exclusiva em parceria com Dennis DJ

2 Mins read
Empresa fará ainda uma série de ações para celebrar o aniversário, como campanha promocional e challenge de dança para agitar as redes…
Fique por dentro das novidades

[mc4wp_form id="1087"]

Se inscrevendo em nossa newsletter você ganha benefícios surpriendentes.

10 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.