Guanapack refaz malha logística e BX LOG assume entregas em São Paulo com 97% de eficiência

Empresa do Packing Group, a Guanapack é o maior transformador de polietileno e maior produtor de filmes stretch da América Latina.

POR: Andrea Espirito Santo – Machente 

A BX LOG (www.bxlog.com.br) foi selecionada como o  operador logístico da Guanapack, empresa do Packing Group, para fazer as entregas de suas bobinas de filme stretch  e filmes gofrados em São Paulo e na Região Metropolitana de São Paulo. A empresa passou por um processo de redesenho de sua malha logística em 2018 para obter maior eficiência e redução dos custos de frete.

O Packing Group é formado por sete empresas, sendo seis fábricas, que produzem mais de 200 mil toneladas/ano de filmes técnicos (shrink), stretch, filme gofrado, sacaria e plásticos especiais. Em 2018 faturou 1,5 bilhão de Reais e exporta cerca de 25% de sua produção para 32 países, dispondo de um centro de distribuição em Madri, Espanha.

A maior fábrica do Grupo, a Guanapack, localizada na cidade de Três Rios/RJ, que em apenas um dia produz 350 toneladas de filmes e expede 30 caminhões. Segundo Luciano Campos, um dos responsáveis pela área de Transportes no Packing Group, a planta atende desde pequenos distribuidores até grandes indústrias em todo o Brasil e o redesenho de sua malha logística teve como objetivo melhorar o lead time na entrega ao cliente final (last mile), reduzir a conta frete e preparar a planta para um aumento de capacidade produtiva.

Antes do desenho da malha logística, a Guanapack enviava a carga fracionada para outra unidade do Grupo localizada em Valinhos e, de lá, as transportadoras coletavam a carga e seguiam para os estados de São Paulo, Paraná, Centro Oeste e Rio Grande do Sul.

 Nova malha logística

Após o redesenho de sua malha de distribuição em 2018, a organização logística do Grupo como um todo ganhou uma nova dimensão: os processos de PCP e transporte de todas as unidades foram unificados e a cadeia de abastecimento passa pelo mesmo processo – antes, cada unidade administrava a sua de forma independente. A carga passou a sair direto da fábrica para entrega na base dos operadores logísticos, com destinos mais pulverizados e carga fracionada (mínimo de 1 palete de bobinas), exigindo veículos especializados para a entrega no cliente final.

A BX LOG assumiu a distribuição na capital e a Região Metropolitana de São Paulo conseguindo entregar a carga no destino em D+0, alcançando 98% de atendimento da demanda. Segundo Campos, o operador logístico também consegue atender a emergências pontuais de entrega e se equipou com veículos maiores e mais específicos, como caminhões-toco, para alcançar a altura em docas na indústria cosmética.

“Graças à total integração das empresas, a Guanapack encaminha as notas fiscais antecipadamente, pois são emitidas quando os veículos estão sendo carregados na fábrica, e isso permite que a BX LOG emita antecipadamente os CTEs”, relata Sérgio Boidak, diretor da BX LOG. “Quando a carga chega ao nosso centro de consolidação, o processo está completo e podemos seguir para o destino final, sendo eficientes na entrega”.

Como resultado final do rearranjo da malha logística, a Guanapack conseguiu uma redução de 15% na conta frete entre agosto de 2018 e abril 2019 e determinou um transportador responsável pela distribuição em cada um dos estados do RS, SC, PR, MS, Brasília respectivamente, e um apenas para o interior de São Paulo.

Apenas em algumas regiões houve real redução do tempo de entrega: Goiânia e região metropolitana, de cinco para três dias; Brasília, Cuiabá, Mato Grosso do Sul e interior de São Paulo, redução de um dia em 71 cidades; no RS, redução de 1 dia útil em 257 cidades.

“Conseguimos reduções mais expressivas, porém precisa ser aplicada de forma gradual para não comprometer a parte comercial e nossos operadores logísticos”, comenta Campos.

Nos planos da Guanapack está para finalizar o redesenho de sua malha logística em dezembro deste ano, pois a empresa está expandindo sua atuação comercial e vai precisar se ajustar às mudanças, com total eficiência nos prazos de entrega.

 Sobre o PACKING GROUP

O Packing Group nasceu em 1986, em Valinhos, São Paulo – Brasil, com uma produção voltada para sacos valvulados para fertilizantes, lonas plásticas e filmes para agricultura. A partir da expansão de sua tecnologia e ampliação de sua rede de fábricas, passou a produzir embalagens de alta performance e filmes multicamadas coextrusados, além de desenvolver a exclusiva tecnologia Nano, com elevadas propriedades mecânicas.

O Packing Group é o maior grupo de empresas produtoras de embalagens plásticas flexíveis da América Latina. Com 7 plantas e presentes em todas as regiões do país, produz mais de 200.000 toneladas/ano, exportando para todo o continente americano e europeu. Conta com um centro de distribuição em Madrid/ESP, além de escritórios comerciais na Europa e nos Estados Unidos, que conferem ao Grupo uma posição de destaque no mercado internacional.

 Sobre o GRUPO BX

O Grupo BX é formado pelos operadores logísticos BX LOG, BX LOG HEALTHCARE e pela BX TECH, especializada em logística reversa e manutenção de equipamentos eletroeletrônicos. A BX LOG oferece um mix de serviços que atendem empresas em todo o Brasil: Armazenagem e Armazéns Gerais; Cross-Docking; Transporte Rodoviário, Aéreo e Multimodal (Transferência e Distribuição); Logística Promocional; Montagem de Kits; Operações Especiais; Transporte de Pesados e Sensíveis; Logística Bancária; Gestão dos Estoques no Varejo; Logística Reversa; Logística para E-commerce; Documentos (Nacional e Internacional).