Zoop cresce quatro vezes em dois anos

Com mais de 250 mil estabelecimentos comerciais parceiros, a fintech se consolida e aposta em novas verticais após aporte da Movile

POR: JeffreyGroup

A Zoop, fintech líder em tecnologia para serviços financeiros, obteve mais um ano de crescimento significativo. Em 2020, a empresa lançou novas verticais, conquistou mais de 40 novos clientes, entre eles Grupo Fleury, Cronos Bank, Grand Cru, Banco Invest e Edmond, e recebeu mais um aporte do Grupo Movile, ecossistema de empresas de tecnologia.

Os dados positivos refletem o crescimento consolidado da plataforma, que aumentou em quatro vezes o seu crescimento em apenas dois anos e, nesse mesmo período, cresceu seu time em 40%.

Todas as conquistas tiveram efeito nos resultados deste ano, em que a fintech registrou uma média de 1,7 bilhões de reais de volume de processamento por mês e mais de 300 milhões de transações de pagamentos em sua plataforma. Em Volume Total de Pagamentos (TPV), houve um crescimento de 140% nos últimos 12 meses.

Apesar do cenário de incertezas enfrentado pelas startups brasileiras devido à pandemia, a Zoop encontrou oportunidades para investir em novas verticais, com a de Banking as a Service, com a plataforma que permite que empresas dos mais variados segmentos criem e ofereçam a experiência completa de um banco digital aos seus clientes, com a própria marca. Com ela, empresas dos mais diversos segmentos e tamanhos podem atuar nesse setor. É o caso do iFood, que utiliza a tecnologia da Zoop para oferecer serviços financeiros atrelados à plataforma, em uma estratégia para ser o banco dos restaurantes.

O ano de 2020 também representou muitos avanços para o setor financeiro, principalmente em relação à democratização e digitalização dos serviços, com o lançamento do PIX, sistema de pagamentos instantâneo do Banco Central, e a agenda de iniciativas do Open Banking, a ser implementada em 2021.

O diretor de Estratégias e Produtos (CSO), Alessandro Raposo, comenta algumas das iniciativas e novidades implementadas no ano. “Com o início da quarentena, nos mobilizamos para criar uma série de medidas a fim de ajudar os nossos parceiros nesse período. Entre eles, a criação de links de pagamento para que PMEs sem loja on-line pudessem realizar transações via cartão de crédito mesmo à distância. Além disso, não alteramos os valores das taxas de antecipação e fizemos parcerias com outras empresas, tudo com foco nos nossos clientes e em atender os desafios que estavam enfrentando”, afirma.

A Zoop se adequou a esse novo cenário e, ao mesmo tempo, criou diversas soluções que contribuíram também para que os parceiros se ajustassem às atuais necessidades dos negócios. Além do lançamento da vertical de Banking as a Service, em setembro, a fintech aderiu ao lançamento do PIX em sua plataforma, disponibilizando esse novo meio de pagamentos para todas as empresas parceiras.

O CEO e cofundador da Zoop, Fabiano Cruz, explica que as novidades desenvolvidas pela companhia contribuíram para a movimentação do setor, aproveitando um ano de renovação do ecossistema financeiro. “O processo de bancarização e fintechzação de empresas originalmente não relacionadas ao mercado financeiro é uma das tendências que mais ganharam força em 2020 e que promete continuar em alta. Com a plataforma de Banking as a Service, nós ajudamos esses negócios a oferecerem serviços financeiros com segurança e praticidade. Até o momento, em Banking, tivemos crescimento de 556% em contas ativas e de 614% em número de emissão de cartões. Tudo isso reforça que toda empresa poderá ser um banco”, reforça o executivo.

A Zoop atende mais de 250 mil estabelecimentos comerciais com a sua tecnologia, em parceria com mais de 560 clientes ativos na plataforma. O segundo semestre foi bastante agitado para a fintech, que recebeu o aporte de R﹩ 60 milhões da Movile, empresa de tecnologia, com participação da Darwin Capital, aceleradora de startups. “Esse foi o terceiro aporte da Movile na Zoop e só demonstra que estamos no caminho certo, trazendo inovações relevantes para o setor financeiro. Utilizaremos esse novo financiamento para acelerar ainda mais o crescimento das verticais de pagamentos, banking e crédito.

Estamos motivados para 2021 e desejamos trazer soluções cada vez melhores para que as empresas ofereçam serviços financeiros de qualidade, contribuindo para a democratização dos serviços no país, queremos construir hoje os serviços financeiros do amanhã”, finaliza Fabiano Cruz.

Sobre a Zoop

Zoop é a fintech líder em tecnologia para serviços financeiros no mercado B2B, que atua em três segmentos: meios de pagamento, “banking as a service” (BaaS) e crédito. Seus produtos unem tecnologia e conformidade regulatória, permitindo que qualquer empresa – seja ela uma startup, um marketplace ou mesmo uma grande empresa – possa criar e oferecer serviços financeiros, com a sua própria marca, de forma simples, eficiente e segura.

Dessa forma, a Zoop ajuda a tornar o futuro dos serviços financeiros mais democrático, impulsionando a participação de novos players na indústria financeira e a criação de serviços que atendam melhor todas as camadas da população.

Com cerca de 560 parceiros cadastrados em sua plataforma, e atuando no mercado B2B, a empresa viabiliza a criação de mais de 10.000 empregos indiretos. A Zoop está no ranking de Linkedin Top Startups pelo 2° ano consecutivo, e em 2020, foi eleita uma das 100 Startups to Watch segundo a revista Época Negócios e Pequenas Empresas e Grandes Negócios.