Produtos de Páscoa do Instituto Jô Clemente visam promover a alimentação inclusiva

Ovos e coelhos de chocolate podem ser consumidos por qualquer pessoa, inclusive por vegetarianos, veganos, celíacos, pessoas com intolerância à lactose, alergia à proteína do leite e doenças metabólicas

POR: CDI Comunicação 

A Divina Dieta, linha de produtos desenvolvida pelo Instituto Jô Clemente, antiga APAE DE SÃO PAULO, oferece itens para deixar mais gostosa a Páscoa de crianças e adultos com restrições alimentares. Os produtos podem ser consumidos por qualquer pessoa, inclusive pessoas com intolerância à lactose, alergia à proteína do leite de vaca, doença celíaca, vegetarianos, veganos, além de pessoas com doenças metabólicas, como a fenilcetonúria — uma doença rara detectada no Teste do Pezinho cujo tratamento consiste em uma dieta restritiva para prevenir a deficiência intelectual –, pois são isentos de glúten, leite, soja e produtos de origem animal, além de possuírem baixo teor de fenilalanina e outros aminoácidos.

Entre as opções, há ovos tradicionais, brancos, mistos, kits com mini ovinhos e coelhos sabor chocolate tradicional ou branco. A Divina Dieta conta com voluntários na produção e embalagem dos produtos e ajuda a promover a alimentação inclusiva. Os itens podem ser adquiridos por pessoas de todo o Brasil pela loja virtual do Instituto Jô Clemente (http://www.lojavirtualijc.com.br/).

Sobre o Instituto Jô Clemente

O Instituto Jô Clemente é uma Organização da Sociedade Civil sem fins lucrativos que há mais de 58 anos previne e promove a saúde das pessoas com deficiência intelectual, além de apoiar a sua inclusão social e a defesa de seus direitos, produzindo e disseminando conhecimento. Atua desde o nascimento ao processo de envelhecimento, propiciando o desenvolvimento de habilidades e potencialidades que favoreçam a escolaridade e o emprego apoiado, além de oferecer assessoria jurídica às famílias acerca dos direitos das pessoas com deficiência intelectual.

Pioneiro no Teste do Pezinho no Brasil e credenciado pelo Ministério da Saúde como Serviço de Referência em Triagem Neonatal, o Laboratório do Instituto Jô Clemente é o maior do Brasil em número de exames realizados. Por meio do CEPI – Centro de Ensino, Pesquisa e Inovação do Instituto Jô Clemente, a Organização gera e dissemina conhecimento científico sobre deficiência intelectual com pesquisas e cursos de formação.