No ritmo da internet: a trajetória empreendedora de Alexandre Simões

POR: Mercado da Comunicação

O ano de 2020 foi marcado pela pandemia que assolou fortemente todo o planeta. Por isso, foram necessárias abruptas mudanças em diversos setores para que a crise não afetasse ainda mais o mundo corporativo. Apesar de não ser novidade, o Marketing Digital se tornou uma tendência em meio ao caos nos negócios. Muita gente foi pega de surpresa, e a internet então apareceu como uma luz no fim do túnel para muitos empreendedores. Mas não para Alexandre Simões, que trabalha com tecnologia e Marketing Digital desde o final dos anos 90.

Com mais de 20 anos de atuação e milhares de atendimentos, ele já vislumbrava um potencial crescimento no setor desde aquela época. Quando ainda pouco se acreditava no poder das redes, o paulistano de 39 anos, engajou-se no movimento de ativismo digital, aprofundando seu conhecimento em tecnologia. Chegou a dar aulas de Informática, além de trabalhar em programas de televisão e em rádios comunitárias. Paralelamente ao mercado digital, a música sempre esteve presente em sua vida. Nascido na periferia de São Paulo, ele adentrou à cultura Hip Hop desde muito cedo, e no ano de 2000 fundou o grupo de rap H2P, ganhador do Prêmio Rumos de Música, do Instituto Itaú Cultural, em 2007.

Além da banda, que circulou por dez anos pelo Brasil e no exterior, Simões criou o Mundo da Rua, um dos principais portais de Hip Hop e cultura urbana do Brasil, tendo sido auditor do Prêmio Hutúz e idealizador do Prêmio Mundo da Rua, em 2012. Ainda que o empresário e artista tenha percorrido diferentes esferas, o empreendedorismo sempre esteve presente na sua trajetória. Por oito anos, foi um dos responsáveis pelo marketing de uma das maiores marcas do segmento de moda urbana ligada à cultura Hip Hop.

Em 2015, mudou- se para Boston, nos Estados Unidos, onde se estabeleceu e abriu a Alka Digital. Hoje, a agência possui sede também em São Paulo e atua em diferentes projetos de Marketing Digital, dando suporte a músicos e empresas. “O marketing não é novidade, na realidade, existe uma necessidade. Alerto meus clientes e as pessoas que me acompanham há muito tempo, sobre a importância de se construir uma presença forte nas redes sociais. A pandemia mostrou isso: quem se adiantou, conseguiu passar muito bem, quem achou que dava para adiar, foi pego. Os negócios com presenças já consolidadas tiveram crescimento, isso ficou muito claro”, afirma.

Para 2021, Simões tem planos de lançar um novo curso e tocar o serviço de streaming NATV, canal que lançou junto a alguns parceiros. A ideia, segundo ele, é aumentar a produção de conteúdo. “A expectativa é das melhores, tendo em vista que a vacina saia logo, temos uma ampla frente para crescer. Muitas coisas mudaram em 2020 e a internet e as redes sociais consolidaram seu valor. E quem estiver pronto para o futuro e quiser entrar de cabeça, estou aqui para auxiliar. A internet é uma porta de possibilidades que nos conecta com o mundo, e isso me fascina”, projeta.

Mais informações em www.alexandresimoes.com