NOVO! Nova revista digital Leia mais

Moeda Forte

E-commerces registram R﹩6,3 bilhões de faturamento entre 02 e 15 de março – número 85% maior que o do ano passado

4 Mins read
Moda e Acessórios (21%), Eletrônicos e Informática(18%), e Beleza(14%) foram as categorias que mais receberam pedidos dos consumidores, revela estudo realizado pela All iN e Social Miner, em parceria com a Lett, Etus,Yapay, Neotrust, Clearsale, Octadesk, Tray e Opinion Box

POR: NR-7 Comunicação

Um balanço sobre o comportamento do público no varejo virtual durante o Dia do Consumidor, realizado pela All iN Social Miner – que une dados de consumo, tecnologia e humanização para ajudar sites a otimizarem seus resultados -, em parceria com a Lett, Etus,Yapay, Neotrust, Clearsale, Octadesk, Tray e Opinion Box, revelou que o faturamento do e-commerce entre os dias 02 e 15 de março bateu R﹩6,3 bilhões. O montante é 85% maior que o alcançado no mesmo período do ano passado, quando o valor fechou em R﹩3,4 bilhões.

Vale ainda destacar que só no dia 15 de março, quando se comemora de fato o Dia do Consumidor, o comércio eletrônico registrou R﹩592 milhões em vendas. E o ticket médio dos pedidos no período também aumentou neste ano, em 4% na comparação com 2020. Ele foi de R﹩429,60 a R﹩447,50. E só na segunda-feira do evento, esse valor chegou a R﹩468,40.

Aliado a estes fatores, é possível identificar que o engajamento do público durante a sazonalidade começou já no início de março e foi se intensificando à medida que a data se aproximava, sendo possivelmente incentivado pelas primeiras ofertas lançadas no período, o que sugere também que as marcas estenderam suas promoções, provavelmente com o intuito de potencializar os resultados.

As categorias que mais registraram pedidos durante o evento foram Moda e Acessórios, com representatividade de 21%, Eletrônicos e Informática, com 18%, Beleza, 14%, e Casa e Construção, 12%.

Já quando o assunto é preço, as categorias que mais apresentaram variação de valores foram Utilidades Domésticas, Bebês, e Cuidados Diários:

• O preço caiu

A categoria Bebês teve uma diminuição significativa nos preços, com uma diferença que, em relação ao evento de 2020, chegou a 17,5%. Para se ter uma ideia de como os preços da categoria ficaram menores, entre os dias 02 e 15 de março os valores médios dos itens de Bebês caíram 19,9%.

Além disso, os produtos de Cuidados Diários também tiveram queda no preço médio, de 12,9%.

• O preço subiu

A categoria de Alimentos e Bebidas apresentou um aumento de 23,3% na média de preços entre o período do Dia do Consumidor de 2020 e de 2021. Isso significa que os produtos do segmento estão muito mais caros agora, crescendo 30,5% no valor.

• Como os consumidores compraram?

A maioria, 71%, comprou pelo desktop, e os outros 29% utilizaram dispositivos móveis. Mas vale destacar que, nos fins de semana, houve uma queda no uso do desktop – seja para pesquisas ou consumo -, o que pode estar relacionado ao fato de que, se durante os dias úteis muitos consumidores fazem uso do computador, para trabalhar ou executar outras tarefas cotidianas, nos dias de folga os celulares estão mais frequentemente à mão, tornando mais prático o seu uso, inclusive para as compras online.

Outro aspecto do comportamento do consumidor é relacionado a opção de pagamento: o cartão de crédito foi a forma mais utilizada no período de 02 a 14/03, sendo a escolha de 69% dos consumidores. No entanto, o parcelamento das compras não foi uma opção para a maior parte dos compradores que utilizaram o cartão: 27,1%, que preferiram realizar o pagamento à vista.

Além disso, ainda considerando os pedidos pagos via cartão de crédito, o levantamento revelou que 100.813 tentativas de fraude foram evitadas neste ano, número 107% maior que o registrado no mesmo período de 2020. Com isso, o valor de fraudes evitadas chegou aos R﹩114,35 mil, montante 130% maior do que no mesmo período do ano anterior.

• A Força do Online

Com a retomada do isolamento social mais rigoroso, não são só os e-commerces que estão com tudo. As redes sociais vêm ganhando destaque como aliadas do consumidor nas compras online. Ao estudo ” A opinião do consumidor sobre experiências omnichannel “, da All iN, Social Miner e Opinion Box, 27% dos consumidores afirmaram que optam pelo Instagram para encontrar lojas – físicas ou online – onde fazer compras; outros 22% utilizam o Facebook para fazer esse tipo de busca. Não à toa, varejistas vêm dando exemplo ao investir mais em campanhas em múltiplos canais. Em um comparativo feito entre 19 de fevereiro e 01 de março, e entre 02 e 15 de março, o número de publicações patrocinadas aumentou 17,3%; os valores de mídia paga subiram 21%; e o agendamento de campanhas teve alta de 29,3%. Esses números sinalizam que muitas empresas já entenderam que a jornada de compra é uma só, mas as opções ao consumidor, para que ele escolha onde prefere fazer suas pesquisas e compras, têm que ser as mais variadas possíveis.

Sobre a Social Miner:

Fundada em 2014 por Ricardo Rodrigues e Roger Mattos, a Social Miner é uma empresa do Grupo Locaweb, especializada em dados de comportamento do consumidor online, com uma base superior a 41 milhões de cadastros, que desenvolveu a exclusiva metodologia de People Marketing. Através de inteligência própria e humanização, compreende a jornada de compra de cada usuário e identifica a linguagem e contexto ideais para se comunicar com cada um, ajudando sites e e-commerces a aumentar suas conversões. Em 2018, recebeu aporte do Canary, fundo de investimento especializado em startups em estágio pré-série A.

Sobre a All iN

A All iN é a unidade de Marketing Digital da Locaweb. Possui um conjunto de soluções de inteligência para recomendação de produtos e aumento de conversão de vendas, além de gerenciamento de relacionamento em múltiplos canais como e-mail, SMS, push notifications (notificação) para dispositivos móveis. Contando com um sistema avançado de Data Analytics que permite a extração de diversos tipos de relatórios e análises. A All iN tem capacidade avançada de segmentação e criação de campanhas baseadas em inteligência artificial que sugerem as melhores opções de abordagem a partir dos comportamentos do público-alvo, como a predição de engajamento e compras de tal público e sua potencial expansão. Sendo uma empresa 100% brasileira, conta com a capacidade de ser integrada a múltiplas plataformas, permitindo campanhas de marketing baseado em comportamento e personalização de ambientes web. Para mais informações, acesse allin.com.br

Lett

A Lett é especialista em Trade Marketing Digital e inteligência de dados e tem como objetivo conectar indústrias e consumidores para criar a jornada de compras perfeita no e-commerce. Para saber mais, entre em contato com nosso time no content.lett.digital/demo-insights
Related posts
Moeda Forte

Flexível se consolida como grupo

3 Mins read
Empresa jaraguaense de tecnologias em poliuretano expande suas atividades para novos mercados e dá um passo à frente em termos de crescimento…
Moeda Forte

Após quebrar 7 vezes, empresário cria a maior rede de franquias de celular do país

4 Mins read
Franquia criada por Darlan Almeida, empresário de Santarém (PA) que iniciou sua trajetória no comércio aos 7 anos de idade, deve chegar…
Moeda Forte

Subway, Habib´s e Cencosud não evoluem em ranking global de bem-estar animal

4 Mins read
Ao avaliar 150 empresas globais, o ranking anual BBFAW aponta que diversas empresas fazem quase nada para melhorar a qualidade de vida…
Fique por dentro das novidades

Se inscrevendo em nossa newsletter você ganha benefícios surpriendentes.