Mozak lança exclusivo residencial Índigo em um dos pontos mais privilegiados do Rio de Janeiro

Com apenas sete unidades, sendo uma por andar, edifício terá vista para a Lagoa Rodrigo de Freitas

POR: Aline – Canal Comunicação 

            Atenta a demanda por residenciais de alto padrão e na contramão do mercado, a Mozak – construtora especializada no segmento de luxo – lança o exclusivo residencial Índigo, na Lagoa. Localizado em ponto privilegiado da Av. Epitácio Pessoa – entre as ruas Aníbal de Mendonça e Garcia D´Avila  – com vista para a Lagoa Rodrigo de Freitas, o empreendimento ficará próximo do que há de melhor na zona sul, como a praia de Ipanema, melhores bares e restaurantes da cidade, além da Praça Nossa Sra. da Paz.

O residencial contará com sete pavimentos. Sendo um apartamento Garden, cinco apartamentos tipo e uma cobertura duplex, de 236,70 m² a 479,89 m², todos com quatro suítes e duas vagas na garagem. Um apartamento por andar e todos com vista frontal para Lagoa. Todos os apartamentos serão entregues com fechamento das varandas em vidro retrátil. O VGV do empreendimento é de mais de R$ 43 milhões.

O edifício reúne exclusividade e sofisticação. Além disso, os futuros moradores estarão há poucos metros da estação de metrô Nossa Sra. da Paz. O residencial também ficará perto das principais áreas de lazer da zona sul – Lagoa Rodrigo de Freitas e orla de Ipanema – espaços propícios para caminhadas e exercícios ao ar livre, e um dos cenários mais espetaculares do Rio.

O grande diferencial do projeto será a fachada com o uso dos muxarabis. A inspiração para a concepção surgiu da antiga arquitetura árabe somada à cultura portuguesa. Segundo David Bastos, o elemento arquitetônico, além de trazer beleza para o empreendimento, também trazem conforto térmico e privacidade para os apartamentos, sem tirar o privilégio da vista maravilhosa que a Lagoa oferece. “Os muxarabis podem se movimentar pela fachada, como o morador preferir. Isso faz com que o edifício tenha uma “fachada dinâmica”, sempre diferente”, comenta Bastos.

Outro diferencial desse empreendimento será a possibilidade de personalização. Os moradores poderão contar com opções de layout assinados pelo arquiteto David Bastos que já estão englobadas dentro do custo ou se preferirem poderão customizar da sua maneira, contando com o atendimento das arquitetas de personalização da Mozak. Além da personalização de layout, a Mozak oferecerá opções de personalização de revestimentos e automação, entre outros.

O residencial Índigo está sendo desenvolvido por uma equipe multidisciplinar que se complementa: o projeto arquitetônico é de Sérgio Gattáss e a concepção de interiores e fachada terá a assinatura de David Bastos. O paisagismo é da dupla Duarte Vaz e Pierre-André Martin, da Embyá e o projeto de iluminação é do Maneco Quinderé.

 

Modernidade, Segurança e Sustentabilidade:

O Índigo contará com o que há de mais tecnológico em automações residenciais, como:  infraestrutura para acesso dos apartamentos, através de RFID (cartão de acesso) ou biometria, tomadas USB nas unidades residenciais, infraestrutura para cabeamento estruturado (rede e telefonia IP), infraestrutura para automação básica de iluminação, áudio e vídeo, infraestrutura para câmeras nas salas, quartos e cozinhas; infraestrutura para automação ar-condicionado e apartamentos com infraestrutura prepara para IoT.

Na questão da segurança, o Índigo terá o que existe de mais avançado em recursos tecnológicos. Através de equipamentos como sensores, alarmes e circuitos internos, o futuro morador terá total segurança de acesso. Seja para receber visitas ou entregas, é possível saber tudo que acontece de maneira rápida e prática com um sistema de última geração.

A tecnologia no Índigo caminha em harmonia com a sustentabilidade. Isso porque o edifício é equipado com diversos itens como lâmpadas LED, medidores individuais de água, coleta seletiva de lixo, bacias com sistema Dual Flush que ajuda na economia da água e muitos outros. Essas são apenas algumas maneiras para fazer você se beneficiar com a redução de custos, otimização energética e, é claro, contribuir para um planeta cada vez mais saudável.

Seguindo uma tendência mundial, o Índigo contará com serviços compartilhados, tomadas para carros e bicicletas elétricas no estacionamento, junto com contadores individuais, que irão permitir ao morador um controle maior do que ele está usando.