Miguel Falabella estreia a comédia “A Mentira” em Campinas

O ator é responsável pela tradução do texto e pela direção do espetáculo, além de dividir o palco com Zezé Polessa, Karin Hils e Frederico Reuter. As apresentações acontecem no Teatro Iguatemi de 16 a 18 de agosto e de 30 de agosto a 1º de setembro

POR: Ateliê da Notícia

Após uma temporada de sucesso na Europa, a peça “A Mentira” ganha sua primeira montagem brasileira e chega a Campinas na próxima semana. Com texto original do francês Florian Zeller, a versão nacional tem tradução e direção de Miguel Falabella, que também atua ao lado de Zezé Polessa, Karin Hils e Frederico Reuter.

Serão seis apresentações no Teatro Iguatemi Campinas, nos finais de semana entre 16 e 18 de agosto e entre 30 de agosto e 1º de setembro. Às sextas e sábados, as sessões acontecem às 21h e, aos domingos, às 19h. Os ingressos custam R$ 120,00 (inteira) e R$ 60,00 (meia-entrada), e estão à venda na bilheteria do teatro e no site www.ingressorapido.com.br. A produção local é da Teatro GT.

No roteiro da comédia, Alice flagra o marido da melhor amiga com outra mulher, criando um conflito: ela deve ou não contar o que viu? Seu marido, Paulo, tenta convencê-la a esconder a verdade, o que levanta a dúvida se essa mentira é para defender o amigo ou se ele também tem algo a esconder.

Sobre a peça

Com uma narrativa cativante, “A Mentira” abre um diálogo sobre fidelidade, honestidade e a realidade da monogamia em casamentos, passeando por cenas tensas de mentiras – ou confissões acidentais – e momentos de grande comédia. A trama e a atuação fazem a audiência prender a respiração num instante e gargalhar no seguinte.

“É uma comédia deliciosa sobre a relação muito louca entre dois casais. O interessante é que o espectador nunca sabe, na verdade, o que essas pessoas estão pensando, para onde elas vão e o que pretendem fazer”, diz Miguel Falabella.

“São quatro personagens, e todos eles mentem! É mais um movimento meu e do Miguel de estarmos juntos novamente no palco, desta vez com dois colegas com quem nunca atuei, mas cujo trabalho acompanho e admiro”, comenta Zezé Polessa.

Sobre o autor

Florian Zeller escreveu seu primeiro romance, “Neve Artificial”, quando tinha 22 anos de idade. Mas foi a sua terceira obra, “A Fascinação pelo Pior” (com a qual venceu o Prêmio Interallié de 2004 e foi nomeado para o Prêmio Goncourt), que tornou o seu nome conhecido na França. O livro explora a relação do Ocidente com o Islã e causou alguma controvérsia.

Sua comédia de humor negro, “O Pai”, é um dos sucessos mais notáveis dos últimos anos, tendo estreado no West End londrino com críticas de cinco estrelas e excelentes listagens nas Melhores Peças do Ano. Ganhou vários prêmios e indicações em Paris, Londres e Nova York. A comédia “A Verdade” também estreou no West End, em junho de 2017, e recebeu uma indicação ao Prêmio Olivier de Melhor Comédia. Suas peças já foram encenadas em mais de 35 países.

Sobre o elenco

Miguel Falabella é ator, diretor e roteirista. O carioca tem uma longa trajetória tanto na TV quanto no teatro, e ficou conhecido por seus papéis cômicos. Apresentou o Vídeo Show, da Rede Globo, por 15 anos, alcançando popularidade ímpar. Conquistou a plateia com o personagem Caco Antibes na comédia “Sai de Baixo”, na qual também trabalhou como diretor. No teatro, atuou e dirigiu espetáculos de enorme sucesso, como “God”, “Hello, Dolly”, “Os Produtores”, “O Homem de La Mancha”, “Hebe – O Musical”, “Annie”, entre outros.

A atriz Zezé Polessa tem longa carreira, que inclui diversas novelas e minisséries. Conhecida por seus personagens cômicos, ganhou o Prêmio Qualidade Brasil de Melhor Atriz Teatral de Comédia com o monólogo “Não Sou Feliz, Mas Tenho Marido” e já participou de mais de 30 peças de teatro.

Karin Hils é cantora e atriz. Ficou conhecida ao integrar a banda Rouge, que atingiu grande sucesso nacional nos anos 2000, com mais de 1,5 milhão de cópias vendidas do primeiro álbum. No teatro, foi protagonista dos musicais “Hair” e “Mudança de Hábito” e, na televisão, participou das minisséries “Pé na Cova” e “Sexo e as Negas”, além da novela “Carinho de Anjo”.

Frederico Reuter é formado no Tablado e começou no teatro com a peça “Dois a Dois”. Também atuou em “Eugênia Grandet” e “Baile de Máscaras”. Com Miguel Falabella, fez “O Império”, “Os Produtores”, “Hairspray”, “Hello, Dolly”, “A Madrinha Embriagada”, “O Homem de La Mancha” e “Hebe – O Musical”, além de “NY NY”, dirigido por José Possi Neto. Em seus trabalhos na TV, atuou na novela “Negócio da China”, trabalho que o nomeou para o Prêmio Contigo de Televisão como Ator Revelação.

Ficha técnica
Texto: Florian Zeller
Versão e Direção: Miguel Falabella
Elenco: Miguel Falabella, Zezé Polessa, Karin Hils e Frederico Reuter
Cenário: Zezinho Santos e Turíbio Santos
Iluminação: Guillermo Herrero
Figurino: Ligia Rocha e Marco Pacheco
Visagismo: Anderson Bueno
Trilha: Leandro Lapagesse
Técnico de Som: Nildo Bitencourt
Camareira: Maria Antonieta
Contrarregra: Marlon Bandarz
Diretor de Palco: Sidney Felippe
Produção Executiva: Heldi Bazoti
Produção de Viagem: Antonio Ranieri
Direção de Produção: Júlio Figueiredo e Bárbara Guerra
Realização e Produção: Atual Produções
Produção local: Teatro GT

Serviço
A Mentira
Datas: 16, 17, 18, 30 e 31 de agosto e 1º de setembro (sextas, sábados e domingos)
Horário: Às 21h nas sextas e sábados e às 19h nos domingos
Local: Teatro Iguatemi – 3º piso do Iguatemi Campinas
Endereço: Avenida Iguatemi, 777 – Vila Brandina
Ingressos: R$ 120,00 (inteira) e R$ 60,00 (meia-entrada)
Vendas no site: www.ingressorapido.com.br

Deixe uma resposta

CAPTCHA