Marketing de influência: o que é e como usá-lo a favor do seu negócio

Entenda o que é o Marketing de Influência e sua relevância no publicitário em análise do mais novo colunista da Revista Economia S/A

Em tempos em que as redes sociais deram um boom, o marketing digital se tornou uma das principais ferramentas para impulsionar ações e negócios. Dentro da categoria de marketing digital, existe o marketing de influência e é sobre ele que iremos falar hoje.

Em meio a blogs, redes sociais e diversas outras formas de produzir conteúdo, surgiram os influenciadores digitais, que são pessoas que possuem uma audiência que o segue e o acompanha nas redes sociais através do conteúdo que produzem. São pessoas suficientemente relevantes a ponto de impactar o comportamento ou as escolhas de seu público.

92% dos consumidores confiam mais em recomendações feitas por indivíduos do que por marcas (fonte: Nielsen Company), enquanto 71% dos consumidores são mais propensos a realizar compras com base em referências de mídias sociais (fonte: Husbpot) e 49% dos consumidores apontam que influenciadores são a segunda fonte de informações para a tomada de decisões na hora da compra (fonte: QualiBest Company).

Com isso em mente, os profissionais de publicidade começaram a apostar em ações com esses influenciadores, para veicular informações e/ou promoções ligadas as suas marcas através do marketing de influência.

 O que é Marketing de Influência?

Marketing de Influência, ou Influencer Marketing é uma estratégia de marketing que consiste em ações focadas em produtores de conteúdo independente que, de alguma forma, conseguem influenciar grandes públicos extremamente engajados e atrair potenciais consumidores. Ou seja, os considerados “influencers” interferem nas decisões de compras a favor de uma marca específica.

O objetivo de adotar estratégias com esses influenciadores, é criar uma conexão entre a marca e o público por eles influenciado.

Quando um público específico já confia, se identifica e se sente mais próximo de algum influenciador, se torna mais fácil gerar seriedade e confiança para sua marca, reter clientes já existentes e influenciar na decisão de compra destes.

Através dessa identificação do público com o influenciador, as marcas encontram uma oportunidade de estabelecer parcerias com eles para que utilizem, apresentem e divulguem seus produtos e serviços.

Por que investir em influenciadores?

Investir nesse tipo de estratégia tem gerado muito resultados positivos para marcas, simplesmente pelo fato de poderem segmentar suas ações, escolhendo o tipo de público que deseja atingir e influenciadores com o perfil próximo ao da marca.

Utilizar o Marketing de Influência na sua estratégia digital é transmitir através de uma voz reconhecida, admirada e detentora de confiança, informações que influenciam na decisão de aquisição de um enooorme número de pessoas de forma a favorecer sua marca.

Além disso, não é necessário ter um grande orçamento para trabalhar com essa modalidade de marketing, muito menos ter vínculo com agências publicitárias. Você mesmo pode entrar em contato com o influenciador que melhor se encaixa com o perfil da marca, avaliando nichos, quantidade de seguidores e outros tópicos, e o tipo de ação – parceria, publipost ou campanha – mas isso é assunto para outro artigo.

E os números ainda entregam que há um caminho bem iluminado: de acordo com pesquisa da PwC, oito em cada dez brasileiros entrevistados decidiram-se por uma compra influenciados por informações absorvidas nas redes sociais.

Uma pesquisa realizada pela Tomoson, um marketplace de influencers, descobriu que a estratégia retornou US$ 6,50 para cada dólar investido. Apenas uma minoria de 18% dos entrevistados disse não ter lucrado com o formato.

Não à toa, uma gorda fatia de 86% dos especialistas em digital exploraram o marketing de influência em 2016, com 94% deles colhendo bons frutos da iniciativa.

Por fim, com o tempo, planejamento e execução certeira, os próprios consumidores podem se converter, ainda que em escala menor, em promotores da marca junto à própria rede de contatos.

E aí? De que forma o marketing de influência já contribuiu com uma decisão sua? Conhece algum caso de sucesso? Compartilhe sua opinião com a gente!

Foto: Divulgação/Runrun.it

Deixe uma resposta