Mangueiras coloridas evitam acidentes em postos de combustível

Lançada pela Lubmix, nova linha diminui chance de erro e aumenta segurança na hora do abastecimento

Uma solução simples para um problema que muita gente nem sabe existir. Desenvolvida pela Lubmix  a partir de uma tecnologia europeia, uma nova linha de mangueiras de abastecimento reduz a possibilidade de confusões na hora de abastecer um automóvel com determinado combustível. Ainda em fase de pré-lançamento, a empresa já vendeu 30% da primeira leva de produtos.
Fonte: Divulgação

A ideia é identificar as bombas de cada substância com uma cor diferente. Diesel com mangueiras preta, gasolina, vermelha, e álcool, azul, por exemplo. “É surpreendente o quanto é comum erros no abastecimento, que em alguns casos podem ser até perigosos”, diz Rodrigo Sallum, diretor da empresa, que ressalta que o produto também é indicado para biodiesel, querosene, metanol e etanol, entre outros fluídos.

Quem está por detrás da inovação
A novidade acompanha um reposicionamento de mercado da companhia. Criada há cerca de seis anos como uma revendedora de equipamentos utilizados na lubrificação e abastecimento como bicos injetores, bombas e mangueiras, a Lubmix tornou-se uma marca própria no começo de 2018. A mudança aconteceu para superar uma dificuldade de crescimento. Mesmo com nome consolidado e uma carteira de clientes considerável, a competição com outras distribuidoras e a retração em setores como construção civil e mineração limitavam o futuro.
Com o sucesso da aposta, o faturamento da empresa dobrou e chegou a R$ 10 milhões. Os benefícios, no entanto, foram além de financeiros. “Primeiro tivemos que superar todas as dificuldades e imprevisibilidades da importação, mas logo percebemos que poderíamos oferecer um produto na mesma faixa de preço e de qualidade superior a diversas opções do mercado”, explica Sallum.
Para tanto, a Lubmix usa fornecedores americanos, chineses, europeus e indianos. Além disso, também passou a desenvolver projetos sob encomenda para alguns clientes. Uma montadora que testa o desempenho de carros nas estradas brasileiras com diversos combustíveis diferentes, por exemplo, pediu uma solução que permitisse substituir por completo o líquido no tanque do automóvel de maneira simples e eficiente.
Entre os principais compradores da marca estão o agronegócio, mineradoras, construtoras, distribuidoras e postos de combustíveis, transportadoras e usinas, entre outros. Hoje, 30% dos clientes são revendedores e, com a perspectiva de desburocratização e aquecimento econômico, a ideia é ampliar essa margem para, assim, chegar a um faturamento de R$ 24 milhões até 2020.
Para saber mais, acesse: www.lubmix.com.br

Deixe uma resposta

CAPTCHA