Lesões mais comuns provocadas pela corrida

POR: RS Comunicação

As corridas de rua têm ganhado o coração dos brasileiros nos últimos anos. Até porque cada vez mais as pessoas buscam alcançar uma vida saudável. Segundo pesquisa do Ibope em 2017, mais de 6 milhões de pessoas no Brasil praticam corrida como atividade esportiva preferida.

Muito democrática, ela pode ser praticada em praças, parques, ruas e praias. Como toda atividade física, deve ser realizada com orientação correta para não gerar nenhum dano. Entretanto, muitos praticantes se exercitam por conta, o que acaba acarretando danos ao corpo dos atletas.

“Algumas doenças osteomusculares podem ter sua primeira manifestação com início das atividades de corrida. Uma das articulações mais acometidas é o quadril. É comum o paciente que nunca correu ou aquele que já faz exercício e aumentou a intensidade, apresentarem queixa de dor. Esta, frequentemente é localizada na região da virilha, como uma sensação de fisgada. Quando se procura o atendimento especializado já pode haver sinais de desgaste ou artrose. Por isso, a importância de uma avaliação correta antes do início das atividades de impacto”, explica o Dr. Marcelo Gavazzoni Morozowski, especialista em Ortopedia, Traumatologia e Cirurgia do Quadril do Hospital São Vicente.

Confira uma lista dos problemas mais comuns para os praticantes da atividade física entre 18 a 50 anos:

Tendinites – causados pelo impacto, processo inflamatório nos tendões, lesão por sobrecarga ou esforço repetitivo.

Fraturas por estresse do calcâneo – é o acometimento do osso calcâneo na face posterior do pé, causado pela carga cíclica e constante nesse caso.

Lombalgia – ou dor na lombar é uma das principais queixas nos iniciantes de corrida. Correr bem depende da musculatura do tronco para mantê-lo em postura correta. A coluna lombar funciona como uma “ponte” entre os membros inferiores e o tronco, fazendo movimentos básicos de flexão, extensão e rotação. Quando essa postura não está 100% correta pode ocorrer a lombalgia.

Inflamação da canela – basicamente uma dor aguda na canela. Popularmente conhecida como canelite ou síndrome da tensão tibial medial (STTM), muito comum em pessoas que praticam corrida, principalmente nos iniciantes que ainda não se adaptaram às atividades, ou que exageram no ritmo e na intensidade dos treinamentos.

Fascite plantar – é o processo inflamatório da fáscia plantar, ocorrendo uma sensação de queimação ou fisgada na planta do pé. Pode ser causado pelo mau condicionamento muscular ou uso inadequado de calçados.

A principal preocupação, segundo Dr. Marcelo, é que a corrida tem tido cada vez mais adeptos, muitos sem supervisão ou avaliação adequada, o que pode ocasionar mais lesões ortopédicas. “Por isso, diante de uma dor em atividade física como a corrida, é importante realizar uma avaliação ortopédica, evitando assim lesões mais graves e diagnosticando outras que inicialmente pareçam inofensivas”, alerta.

Sobre o Hospital São Vicente-Funef

 Fundado em 1939, o Hospital São Vicente é referência no transplante de fígado e rim, e nas áreas de Oncologia e Cirurgia. De alta complexidade, atende diversas especialidades clínicas e cirúrgicas, sempre com foco na qualidade e no tratamento humanizado. Desde 2002, a instituição é gerida pela Fundação de Estudos das Doenças do Fígado Koutoulas Ribeiro (Funef).

Sua estrutura conta com Pronto Atendimento, Centro Médico, Centro Cirúrgico, Exames, UTI, Unidades de Internação e Centro de Especialidades. O programa de Residência Médica é credenciado pelo MEC nas especialidades de Cirurgia Geral, Cirurgia Digestiva, Cancerologia Cirúrgica e Radiologia.

Mais informações: www.hospitalsaovicente.com.br

Acompanhe nossa página no Facebook: www.facebook.com/hospitalsaovicentecuritiba

Hospital São Vicente – Funef

Rua Vicente Machado, 401 – Centro – Curitiba/PR

(41) 3111-3000

Deixe uma resposta

CAPTCHA