Empreendedoras lançam rede social de compra e venda on-line

Intitulada COMOO, a plataforma concentra anúncios a partir de interesses em comum dos usuários e busca difundir a economia colaborativa e o consumo sustentável

POR: Juliana Prestes – Canal Comunicação 

Empreendedoras, mães e superantenadas, a designer Betina Cupello, a publicitária Claudia Aleksandrowicz e a advogada Janine Castro uniram forças para criar a COMOO: um aplicativo em formato de rede social de compra e venda empenhada em difundir a economia colaborativa e o consumo sustentável, tendência já em voga mundo afora.

O slogan “Um novo jeito de ser, um novo jeito de ter. Bom pra todos” reflete o objetivo que as três sócias têm em comum: viver em uma sociedade mais consciente e com menos desperdício. Sonho que começou a ganhar forma quando começaram a participar, intensamente, de grupos de desapego em um aplicativo de mensagem. Lá, diariamente, usuários trocam uma infinidade de mensagens comprando e vendendo roupas e acessórios de moda, itens esportivos, infantis, utensílios domésticos e de decoração, eletrônicos, ingressos para shows, entre outros. “Um novo mundo se abriu para nós. Ganhamos dinheiro, compramos e vendemos os mais diversos itens, de roupas de bebê a acessórios para barco. Os grupos não paravam de crescer. Com isso, vieram os problemas e nós queríamos uma solução”, conta Janine Castro.

Falta de privacidade, segurança e desorganização na lógica de compra e venda foram alguns dos motivos que levaram à criação do app. A COMOO (pronuncia-se comú, de comunidade) prioriza a experiência do usuário, oferecendo mais segurança e inteligência, sem perder a instantaneidade e a interatividade na compra e venda.

A COMOO está fortemente engajada com uma nova cultura de consumo e com o sentido de “comoonidade”. Na COMOO, as transações são feitas entre pessoas com gostos, afinidade e interesses em comum. Ou seja, você só vê o que te interessa e anuncia seus desapegos para quem realmente se interessa por eles. A COMOO é construída pelos próprios usuários e só existe por causa deles. “Nossa vida muda à medida que o tempo passa. Nossa casa muda, nosso corpo muda, nossos hobbies mudam, nossos filhos crescem e tudo aquilo que fomos acumulando ao longo dos anos continua conosco. Porém, as coisas que compramos (e muitas vezes nem usamos) continuam sendo itens de qualidade e valor, só esperando a hora de encontrar um novo dono”, afirma Betina Cupello.

Funciona assim: o usuário baixa o aplicativo da COMOO na Google Play ou na App Store. Em seguida, faz o cadastro e escolhe as categorias de preferência entre moda feminina, moda masculina, bebê, criança, casa e decoração, eletrônicos, música, pets, entre outros. A partir dessa escolha o aplicativo sugere ao usuário algumas “Comoonidades” de interesse, onde ele pode entrar e já anunciar ou comprar qualquer item anunciado. O pagamento é realizado de forma totalmente segura, com cartão de crédito ou boleto bancário e a entrega é combinada diretamente entre comprador e vendedor.

Além de ajudar o planeta, diminuindo a necessidade de gastar matéria-prima, energia e tudo o mais que está envolvido na fabricação de um novo produto, de oferecer uma alternativa para ter uma renda extra ou economizar (vendendo o que não usamos mais ou comprando algo de qualidade por um preço muito abaixo do mercado), a COMOO quer mais. A start-up desenvolveu um modelo de negócio, totalmente sustentável, e com lucro compartilhado: 5% do valor de todas as transações é distribuído entre os usuários. Na COMOO, todo mundo ganha. “Na COMOO, queremos muito mais do que comprar e vender.  Queremos fazer isso juntos e fazer ser bom para todos. Não é modismo, é uma mudança, mais que necessária e urgente, nos padrões de comportamento e consumo”, complementa Claudia Aleksandrowicz.

Sobre as fundadoras:

Betina Cupello

CEO • Co-founder

Designer com experiência em estratégia e gestão de marca, formada pela PUC-Rio e com mais de 18 anos no mercado, atuou como Diretora de Criação em projetos de branding e comunicação em agências como Saravah e Ana Couto Branding, atendendo a grandes clientes dos mercados nacional e internacional, tais como Procter & Gamble, Topper, Raízen, Maracanã, Coca-Cola, Oi, Piraquê, COB, Eletrobrás, entre outros. Como empreendedora, criou a zzzuzuê, empresa inovadora em festas infantis, sendo responsável pela sua gestão, estratégia de marca, lançamento e comunicação.

Claudia Aleksandrowicz

CMO • Co-founder

Redatora publicitária e webdesigner, formada em Publicidade e Propaganda pela PUC-Rio, com MBA na Fundação Getúlio Vargas e especialização em webdesign, sua experiência inclui nomes como TIM Brasil, IBM e mais de 10 anos na TV Globo, atuando na produção e criação de campanhas de lançamento de novelas, minisséries entre outros. Atualmente, Claudia está envolvida na criação e desenvolvimento de outras duas start-ups de tecnologia no setor de serviços.

Janine Castro

CLO • Co-founder

Advogada formada pela PUC-Rio e pós-graduada pela UERJ em Direito Civil, advoga há mais de 20 anos na área de Direito Civil, englobando questões em diversas áreas jurídicas tais como Direito Civil Contencioso, Contratual, Consumidor e Comercial. Trabalhou em escritórios renomados do Rio de Janeiro, tais como Sergio Bermudes Advogados e Barbosa Moreira Advogados. Em 2014, idealizou e geriu a empresa Nine Memórias Criativas voltada para a criação de álbuns de fotografia personalizados.

Deixe uma resposta

CAPTCHA