Empreendedora funda rede com protocolos exclusivos de beleza e fatura 850 mil reais

Slimcenter lançou no mercado o “pirulito da beleza” e outras novidades na área estética e teve o crescimento superior a 5% no faturamento do último mês.  

POR: Missão Comunicação

O desejo de oferecer tratamentos de beleza eficazes, motivou Thais Mugani a fundar a Slimcenter, rede detentora de novidades como “Pirulito da Beleza” e “Hidrolipo Reduce Slim”. Antes de criar a própria rede de estética, a empreendedora foi proprietária de uma franquia de beleza durante alguns anos, mas após identificar que o modelo não era eficiente em resultados, nem rentável como poderia ser, a empresária decidiu fundar sua própria marca. A rede faturou 850 mil reais em 2019, e mesmo diante da crise do novo coronavírus, prevê encerrar este ano com movimentação de 1,9 milhão.

Investir em franquia de estética no Brasil pode render retorno de até 500%  ao ano - Economia - Estado de Minas

A falta de resultados na área da estética, fato que ela constatou durante alguns anos de experiência no segmento, levaram a empreendedora a dedicar-se aos estudos na área de beleza. “Comecei a aprofundar meus conhecimentos, me tornei esteticista, cosmetóloga e especialista em Eletroterapia Estética, com o objetivo de fundar uma rede com tratamentos potentes para nossos clientes”, explica Mugani.

A alta eficácia dos métodos leva a empresa a um alto índice de satisfação, que ultrapassa a marca dos 90%, em pesquisas realizadas com clientes. “Desenvolvemos protocolos exclusivos, nos quais associamos diversas técnicas e uso de ativos, que juntos potencializam os resultados de nossos clientes”, comenta. A fundadora da Slimcenter conta que existem muitos casos de pessoas que chegam a perder mais de 30 cm de medidas em apenas um mês de tratamento, sem nenhum tipo de medicação.

Para desenvolver tratamentos potentes, Thais Mugani criou uma espécie de laboratório, no qual desenvolve protocolos exclusivos e realiza testes em voluntários, para somente após essa etapa, inserir o método na rede. “Esse é um dos nossos maiores diferenciais, pois somente comercializamos os procedimentos estéticos que foram aprovados nesse processo e que comprovadamente deram resultado”, explica.

A Slimcenter foi fundada em 2012, após a experiência negativa de alguns anos como franqueada. “A falta de apoio era muito grande, mas minha principal crítica era em relação aos tratamentos ineficazes, que acabavam comprometendo o resultado da operação”, conta Mugani. Com protocolos exclusivos, a empreendedora conseguiu aumentar em mais de 500% o ticket médio na comparação com a unidade franqueada, com uma média de R$ 2.500 por​ cliente. A taxa de conversão da Slimcenter também surpreende, chegando a mais de 70%.

Atualmente, a rede conta com duas unidades, uma na capital paulista, e a outra na cidade de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, onde a marca teve origem. A Slimcenter prevê inaugurar mais seis franquias até o final deste ano e chegar a 26 unidades em 2021.