Compartilhar o carro é oportunidade de renda extra no Carnaval

Durante datas comemorativas, parceiros da moObie
chegam a receber até R$ 2 mil ao alugar seus carros

POR: Larissa Hans  – Máindi

São Paulo, fevereiro de 2019 – No Carnaval, muitas das viagens são feitas usando os carros como meio de transporte. É o momento ideal para realizar o cadastramento na moObie, principal plataforma de carsharing do País, e obter uma renda extra disponibilizando o automóvel próprio para aluguel.

O processo é bem simples: quando o proprietário não estiver utilizando seus carros, pode disponibilizá-los na plataforma. Assim, um usuário que necessitar de um carro para um determinado período poderá usá-lo, pagando uma taxa diária estipulada pelo próprio dono do automóvel. Atualmente, existem pessoas que faturam mais de R$ 2 mil por mês alugando o carro pelo app. A possibilidade de faturamento varia de acordo com o quanto o carro fica disponível no catálogo da plataforma e com a taxa estipulada por cada proprietário.

Imagem relacionada

Festas de final de ano rendem mais de R$ 2 mil reais para proprietário

“Conheci a moObie e vi os benefícios que a startup traz para o parceiro e o consumidor. Coloquei meu carro no app porque ficava parado em casa, sem uso. Com as festas de fim de ano, recebi propostas e aluguei o veículo por duas semanas, faturando R$ 2,5 mil”, comenta o parceiro Marcelo Mugnela.

O parceiro relembra que levou outras indicações para obter o preço do aluguel: “Verifiquei a disponibilidade do preço agressivo e reserva e levei em conta a recomendação do valor feito pela empresa”.

Como se cadastrar

Para fazer parte da rede, basta cadastrar o carro, esperar o pedido de aluguel e, quando isso acontecer, deixar o veículo limpo e com tanque cheio. O carro também precisa de seguro completo para evitar a vistoria. Para o usuário, diversos critérios também são adotados, garantindo assim total segurança para ambas as partes.

“Criamos a moObie como uma solução para as pessoas, assim como a mobilidade que conhecemos. A possibilidade de renda extra com o carsharing mostra que o carro não precisa ser somente uma fonte de custos ao dono do veículo”, diz Tamy Lin, CEO da mOobie.

Atualmente, 200 mil pessoas estão registradas no aplicativo e 10 mil carros estão à disposição. Em fevereiro, a moObie ampliou sua operação para todas as capitais do País.

O funcionamento

A locação acontece de Pessoa para Pessoa (P2P) por meio de um app intuitivo e prático. O condutor que precisa de um carro faz o cadastro do cartão de crédito e a CNH pelo celular, que é avaliada pelo time da moObie quanto à validade e regularização, além de outros critérios que garantem a segurança.

Já o proprietário cadastra seu carro, o qual passa por uma validação onde são verificados a situação junto ao Detran/Denatran, vigência do seguro e critérios de elegibilidade (ano de fabricação igual ou superior a 2009 e menos de 100 mil km rodados).

Depois de cadastrado, o interessado acessa o app para buscar o veículo disponível mais indicado à sua necessidade em um mapa de localização, verifica preço e solicita a reserva. Do outro lado, o dono visualiza o pedido e tem autonomia para aceitar ou não a solicitação na data especificada, de acordo com sua disponibilidade. O pagamento é feito no ato da confirmação da reserva via cartão de crédito do condutor e entra na conta do proprietário do carro cadastrada na moObie em datas pré-definidas.

No ato da entrega das chaves, é realizado um check-in no próprio app; da mesma forma, na devolução é feito check out via celular. O carro deve ser devolvido nas mesmas condições em que foi entregue, limpo e abastecido. Caso haja infração ou acidente durante a locação, há processos preestabelecidos. O número da habilitação do usuário fica registrado e o carro está segurado durante todo o período de locação – (se houver sinistro, a seguradora da moObie é a responsável e não a do proprietário. E se houver infração, os pontos vão para o usuário, não para o dono do carro).

Sobre a moObie

A moObie é uma comunidade criada para promover a economia criativa e incentivar novas soluções de mobilidade urbana como o carsharing (compartilhamento de veículos), que visa contribuir para cidades mais sustentáveis. Com um app intuitivo e prático, a empresa aproxima pessoas interessadas em otimizar o investimento feito em um carro e obter uma renda extra (o proprietário) de pessoas que procuram um meio de transporte seguro e acessível (o usuário).

Deixe uma resposta

CAPTCHA