Com faturamento de R$ 460 milhões, Grupo Kyly estima abrir novas unidades da sua marca Milon

Empresa com sede em Pomerode registrou mais de 18 milhões de peças vendidas no ano

POR: Ruhama Rocha – Economidia 

O Grupo Kyly encerrou o ano de 2019 com um faturamento acima de R$ 460 milhões e crescimento em todos os canais de vendas: multimarcas, varejo, e-commerce e exportação.  No total, a empresa sediada em Pomerode (SC) registrou 18,3 milhões de peças vendidas, volume maior do que o comercializado no ano anterior.

Com cerca de 2 mil colaboradores, o Grupo Kyly gerou mais de 500 novas vagas de emprego em 2019. Para 2020, a companhia projeta um crescimento na receita líquida de 8%.

Em dezembro, a empresa inaugurou a sua fiação própria, a Fiação Fio Puro. Resultado de um investimento de R$ 44 milhões, a unidade tornou-se responsável pela produção dos fios para a fabricação das peças de todas as marcas do Grupo Kyly (Kyly, Milon, Nanai, Amora e Lemon). Até então, a matéria-prima era comprada junto a fornecedores. Com capacidade de produção de 4,2 mil toneladas de fio por ano, a fiação resultou na criação de 120 vagas.

Faturamento das lojas Milon tem crescimento de 35%

                O faturamento das lojas da marca Milon em 2019 foi de R$ 40 milhões – crescimento de 35% em relação a 2018. No total, foram comercializadas mais de 700 mil peças. Além disso, as unidades também registraram uma variação positiva de 27,3% no número de atendimentos.

A Milon iniciou seu processo de expansão por meio das franquias em 2016. Atualmente, a marca conta com 70 lojas, entre próprias e franquias (20 no Sul, 27 no Sudeste, 10 no Nordeste, nove no Centro-Oeste e quatro no Norte).

Em 2020, a Milon tem previsão de abertura de 15 novas unidades. Os focos serão as regiões Sudeste – São Paulo, Interior Paulista e Rio de Janeiro – e Nordeste (todas as capitais).

Grupo projeta 20% de alta na receita de exportações

Presente em mais de 25 países, entre eles Espanha, Itália e Rússia, o Grupo Kyly projeta um crescimento de 20% na receita com exportações.

Com um mercado já consolidado na América Central e América Latina, o Grupo busca agora uma maior presença no mercado europeu. Apresentando as marcas Kyly, Milon e Nanai, a empresa participou neste mês da Pitti Immagine Bimbo, em Florença, na Itália. Esta é a segunda vez que a empresa marca presença na feira, um dos principais eventos do setor de moda e acessórios para crianças no planeta.

Referência em moda infantil, Pitti Immagine Bimbo atrai compradores e vendedores do mundo todo. Neste ano, a feira recebeu diversas marcas de renome, que apresentaram tendências da moda infantil para as próximas estações.

“A participação na feira é parte da estratégia de consolidação no mercado europeu”, afirma Claudinei Martins, diretor executivo comercial e de marketing do Grupo Kyly. “A feira possibilita o fortalecimento das nossas marcas e aproximação com clientes da Itália e outros países da Europa.”

Sobre o Grupo Kyly 

No mercado desde 1985, o Grupo Kyly produz confecções de alto valor agregado para os mais exigentes mercados. Hoje, a empresa conta com cerca de 2,1 mil colaboradores, sendo uma das indústrias de maior representatividade no segmento de vestuário infantil no país. Em 2018, o grupo faturou R$ 445 milhões. Para este ano, a perspectiva é de crescimento em torno de 10% no faturamento. Por ano, a indústria produz cerca de 18 milhões de peças de suas cinco marcas: Kyly, Nanai, Milon, Amora e Lemon. Além das unidades próprias e franqueadas, as coleções das marcas do Grupo Kyly podem ser encontradas em 9 mil lojas multimarcas e no e-commerce.