BMW Group lidera em mobilidade premium e bate recorde de emplacamento de veículos eletrificados e motocicletas em 2020 no Brasil

• No ano em que celebrou 25 anos de presença no Brasil, BMW Group celebrou liderança no mercado premium de automóveis e motocicletas no país e cresceu na venda de modelos eletrificados
• Para 2021, estão previstos mais de 20 lançamentos no país.

POR: JeffreyGroup

No ano em que completou 25 anos de presença oficial no Brasil, o BMW Group manteve a dianteira nas vendas de automóveis e motocicletas premium. Os emplacamentos de automóveis eletrificados BMW, BMWi e MINI, com propulsão híbrida ou elétrica, cresceu acima de 300% em 2020 quando comparada com o ano anterior. A liderança no segmento premium foi igual em motocicletas, com recorde histórico em vendas no país.

“Em um ano desafiador como 2020, continuamos líderes no mercado premium de automóveis e motocicletas por nosso protagonismo digital, por lançarmos e desenvolvermos novas tecnologias e pelo empenho de nossa equipe, rede de concessionários e confiança dos clientes”, destaca Aksel Krieger, CEO e Presidente do BMW Group Brasil. “Fechamos 2020 com um em cada três automóveis premium vendidos no Brasil sendo BMW e registramos recordes históricos na venda de modelos eletrificados e também na BMW Motorrad”, reforça o executivo.

Em 2020, a marca BMW licenciou 12.437 automóveis, de acordo com a Anfavea (Associação Nacional do Fabricantes de Veículos Automotores). A marca Bávara, líder do mercado premium nacional, teve como destaque os modelos Série 3 e X1, estes responsáveis por aproximadamente 70% das vendas no país. A MINI registrou 1.275 emplacamentos. O BMW Group Brasil finalizou o ano de 2020 com 13.712 unidades emplacadas nacionalmente e foi o principal Grupo premium do mercado automotivo nacional.

A venda de modelos elétricos e híbridos BMW, MINI e BMWi totalizou 1.132 unidades, um crescimento acima de 300% em relação ao ano anterior. O número de pontos públicos de recarga próprios atingiu a marca de 250 unidades em todo o território nacional.

A BMW Motorrad registrou seu maior volume de vendas no Brasil em 2020, com as 10.425 unidades vendidas representando um crescimento de 3% frente a 2019, quando 10.114 motocicletas foram emplacadas. Na mesma base de comparação, o mercado total de motocicletas registrou queda de 15% nas vendas, segundo dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). Destaque para o segmento acima de 500CC, no qual a BMW Motorrad teve liderança absoluta com 7.693 motocicletas emplacadas no ano passado, um crescimento 8% com relação a 2019. O Brasil foi líder mundial em emplacamentos de BMW G310 GS e F 850 GS.

25 anos no Brasil

Para celebrar os 25 anos de sua presença oficial no Brasil, o BMW Group realizou durante 2020 o lançamento de mais de 25 novos produtos no país, entre modelos inéditos, séries especiais e versões eletrificadas e híbridas, entre eles, a versão BMW X1 M Sport 25 anos – edição limitada, com apenas 72 unidades fabricadas em Araquari para celebrar o aniversário – e os novos BMW Série 2 Gran Coupé e BMW M135i, o MINI John Cooper Works GP e a BMW Motorrad S 1000 RR.

Acelerando seu processo de transformação digital, o BMW Group também abriu novas frentes de relacionamento com seus clientes em 2020. Uma delas foi a primeira loja oficial de veículos no Mercado Livre. O grupo também ampliou a oferta de veículos em canais de vendas do Instagram e Facebook, além de lançar um showroom virtual, antecipando-se às novas tendências em experiência de compra dos clientes.

O grupo também equipou seus veículos com novas tecnologias. A BMW foi a primeira a oferecer no mercado brasileiro veículos que podem ser abertos com o celular ou smartwatch por meio do BMW Digital Key para iPhone. Também em 2020, o BMW Group chegou a 50 mil veículos conectados no Brasil, com 100% dos modelos fabricados pela marca desde dezembro de 2016 oferecendo acesso à internet por meio de SIM card. A BMW foi ainda a primeira fabricante a liberar atualização remota de software para a gama de veículos no Brasil. Já as marcas BMWi e MINI foram as pioneiras no mercado nacional em lançar a compatibilidade de um veículo com Amazon Alexa.

Por fim, a empresa continuou ampliando a oferta de veículos híbridos plug-in — que são um dos focos do BMW Group a longo prazo – no mercado nacional com a chegada de modelos como o BMW X3 e a versão do 330e M Sport.

Perspectivas para 2021

Para este ano, as projeções da Anfavea são de crescimento de 15% no mercado total de automóveis. “Esperamos continuar tendo sucesso no país e crescer em linha com as previsões da indústria. Para isso, vamos seguir investindo em novos produtos, no desenvolvimento tecnológico e na eficiência de nossa produção”, afirma Krieger. “Temos a mais moderna e atualizada gama de modelos no segmento premium e aumentaremos nossa ofensiva no Brasil com mais de 20 novos lançamentos BMW, MINI e BMW Motorrad”. Entre os lançamentos, já estão confirmadas as novas versões do BMW M3 e a chegada do inédito MINI elétrico ao país.

Para mais informações sobre a BMW do Brasil, acesse:
www.bmw.com.br

Acompanhe a BMW do Brasil nas redes sociais:
Instagram ( @bmwdobrasil)
Facebook ( @BMWBrasil)
Youtube ( @BMWTVBrasil)
Twitter ( @BMWBrasil)
TikTok ( @bmwdobrasil)
LinkedIn ( @BMWGroupBrasil)

Sobre o BMW Group

Com suas quatro marcas BMW, MINI, Rolls-Royce e BMW Motorrad, o BMW Group é o fabricante líder mundial de automóveis e motocicletas e fornece serviços financeiros e de mobilidade premium. Como uma empresa global, o BMW Group opera 31 instalações de produção e montagem em 15 países e possui uma rede global de vendas em mais de 140 países.

Em 2020, o BMW Group vendeu cerca de 2.3 milhões de automóveis mais de 169.000 motocicletas em todo o mundo. O lucro antes de impostos em 2019 foi de aproximadamente 7,118 bilhões de euros com receitas de 104,210 bilhões de euros. Desde 31 de dezembro de 2019, o BMW Group tem uma força de trabalho de 126.016 colaboradores.

O sucesso do BMW Group sempre foi baseado no pensamento de longo prazo e em uma ação responsável. Portanto, a empresa estabeleceu a sustentabilidade ecológica e social em toda a cadeia de valor, a responsabilidade abrangente de produtos e um claro compromisso com a conservação dos recursos como parte integrante da sua estratégia.