Blindagem automotiva: 10 dicas para cuidar do seu carro

POR: Rovella & Schultz Boutique Press

A blindagem automotiva é a estratégia usada por muitos brasileiros para garantir a segurança da família no trânsito durante o ano inteiro. A busca por esse tipo de proteção cresce cada vez mais, transformando o Brasil no país com a maior frota de carros blindados do mundo, segundo dados da Associação Brasileira de Blindagem – ABRABLIN.

Porém, na hora de optar por esse serviço, algumas dúvidas sobre como funciona a blindagem e quais os cuidados necessários que se deve ter com os carros, por exemplo, são comuns. Sandro Giaffone, diretor da SOMA Blindados, com mais de 25 anos de experiência no mercado, apresenta dicas especiais e esclarece os principais questionamentos sobre essa atividade que oferece segurança e proteção.

Confira abaixo:

1 – Todo carro pode ser blindado? – “Pode sim, mas em muitos casos a blindagem pode não fazer sentido, por exemplo, nos carros conversíveis haverá partes que continuarão mais vulneráveis, como as capotas. Além disso, é importante avaliar a potência do veículo para que o desempenho não seja afetado”.

2 – É preciso ter autorização para blindar carros? – “Para que a blindagem automotiva seja feita é necessário autorização do Exército Brasileiro. Esse processo envolve o envio da documentação do proprietário do carro, da blindadora e dos materiais que serão utilizados”. A blindagem pode ser feita somente após a expedição da autorização.

3 – Como funciona o processo de blindagem? – “O ritual da blindagem começa com uma inspeção de entrada. Na sequência, os especialistas realizam a desmontagem cuidadosa do carro para iniciar o processo, que compõe a aplicação de mantas de aramida, de aços na carroceria, portas e tampa traseira. Em seguida, têm a colocação dos vidros blindados e dos acabamentos. Na SOMA realizamos também os testes de rua, água e barulhos, além do polimento e a higienização do veículo, que compõem a última etapa feita para garantir a qualidade”.

4 – O veículo fica mais pesado? – “Muitas pessoas me perguntam sobre isso. O peso varia de acordo com o modelo do carro. Devido aos materiais aplicados, há um ganho adicional sim, porém essa carga extra oscila entre 10% a 15%  do peso original do veículo”.

5 – Os pneus também recebem proteção? – “Não existe blindagem para os pneus. Mas, para garantir a segurança total do veículo, aplicamos uma cinta de aço ou de polímeros especiais em cada roda. Esse sistema de proteção permite que mesmo com os pneus furados, o veículo ande por mais alguns quilômetros até uma área de segurança”.

6 – Como são os vidros blindados? – Os vidros são especiais pois possuem camadas de policarbonato. Sendo assim, é necessário se atentar ao uso, evitar a abertura e fechamento frequente das janelas do automóvel para que não haja problemas com os mecanismos de subida e descida, que são modificados para receber esses vidros especiais, que são mais pesados que os originais.

7 – Como limpar meu veículo blindado? – “Prepare uma mistura meio a meio de água com um desinfetante eficaz no combate a germes, bactérias e fungos, e passe na tela, painel, volante e bancos do carro. É sempre bom também finalizar com um pano úmido ou hidratante para manter o couro com brilho e em perfeitas condições. Para a limpeza externa, recomendo o uso de flanelas de algodão umedecidas com sabão neutro e água em temperatura ambiente”.

8 – Posso estacionar meu carro no sol? – Não é uma boa opção. Essa recomendação vale tanto para carros com blindagem, quanto para os que não a possuem. Evite deixar o carro no sol entre 10h da manhã e 15h da tarde, pois a incidência de raios UV e infravermelhos é maior. O calor acelera a decomposição das partes plásticas, além de estimular o envelhecimento das tintas e fibras sintéticas.

9 – De quanto em quanto tempo devo fazer a revisão? “A manutenção preventiva deve ser feita a cada 10 mil km rodados, para os pneus recomendo a cada 5 mil km. Na SOMA Blindados, trabalhamos com um pós-venda que inclui serviço de manutenção e revisão do carro e da blindagem. Como especialista, faço questão de participar desse processo e garantir aos meus clientes que recebam o melhor serviço possível, afinal, trabalhamos como um atêlie premium de blindagem”.

10 – Blindei meu carro. E agora, tenho assistência? – Sim! É importante manter contato com sua blindadora após o serviço e seguir todas as orientações dos profissionais especializados na arte de blindar carros. “O contato frequente com a equipe que realizou o serviço de blindagem, auxilia na resolução de problemas e dúvidas sobre a desempenho do automóvel em emergências. Além disso, recomendo que entre em contato com uma seguradora para que a proteção de sua família e patrimônio seja 100% eficaz”.

Lembre-se que o automóvel blindado é especial, apresenta material diferenciado em sua composição e, por isso, merece uma atenção extra.

Informações adicionais podem ser encontradas no site https://somablindados.com.br/, pelas redes sociais @somablindados, nos telefones (11) 94229-6151/(11) 5031-6871 ou pelo e-mail: contato@somablindados.com.br.