A busca por ingredientes mais seguros impulsiona o segmento de cosméticos veganos

Um relatório da Grand View Research mostrou que, até 2025, o mercado orgânico de cuidados pessoais mundial atingirá US$ 25,11 bilhões.

POR: M. Caramalac | Yeux Comunica 

Os consumidores em todo o mundo estão se tornando cada vez mais conscientes dos efeitos de suas preferências e padrões de compra na sociedade e no meio ambiente. Seguindo essa tendência mundial, em 2019, a empresa francesa Paris Elysees lançou a linha de hidratantes Body Lotion, com a proposta de usar ingredientes em sua formulação que a pele possa reconhecer, aceitar e processar. São produtos veganos, com selo cruelty free – que não são testados em animais – livres de ingredientes animais ou derivados.Os benefícios de utilizar um cosmético vegano está no fato de que este minimiza os riscos de alergia, já que este não possui derivados e nem é testado em animais, além da contribuição com o desenvolvimento sustentável, diminuindo o impacto no meio ambiente.

Outro fator de extrema importância é a desregulação endócrina ocasionada por determinadas classes de contaminantes emergentes encontrados em cosméticos e que tem sido foco de atuais discussões e estudos por parte de pesquisadores e de órgãos regulamentadores. Ao evitar estes componentes tóxicos, o consumidor pode evitar a probabilidade de alterações hormonais (triclosan), problemas endócrinos (parabenos e ftalatos), surgimento de bactérias mais resistentes (triclosan), entre outros.

Sobre a Paris Elysees
Empresa francesa atuando há mais de 20 anos no Brasil, a Paris Elysees é sinônimo de sustentabilidade e inovação. Seus novos hidratantes, além de veganos, são livres de corantes sintéticos, petrolato, triclosan e óleos minerais, entre outros ingredientes não naturais e nocivos à saúde. A empresa também adota embalagens feitas com material 100% reciclável e completamente livres de parabenos e ftalatos.