5X Comédia volta ao Teatro Iguatemi Campinas para apresentações nos dias 24 e 25 de agosto

Grande sensação do teatro brasileiro na década de 1990 e repaginado nos últimos anos, espetáculo com Bruno Mazzeo, Débora Lamm, Katiuscia Canoro, Lúcio Mauro Filho e Luís Miranda terá dois dias de apresentações na cidade

POR: Ateliê da Notícia

Cinco dos grandes nomes do humor nacional se unem em um espetáculo irreverente e que tem lotado os teatros brasileiros. Bruno Mazzeo, Débora Lamm, Katiuscia Canoro, Lúcio Mauro Filho e Luís Miranda apresentam o espetáculo “5X Comédia” no Teatro Iguatemi, em Campinas, nos dias 24 e 25 de agosto (às 21h30, no sábado, e às 19h, no domingo).

Sensação do teatro brasileiro na década de 1990, a peça foi totalmente repaginada com novo elenco e roteiro. Atualmente em seu quarto ano de estrada, essa nova montagem segue o caminho de sucesso da versão anterior. A direção é de Monique Gardenberg (produtora da versão original) e Hamilton Vaz Pereira (diretor geral das produções anteriores). Os textos são assinados por Antonio Prata, Julia Spadaccini, Pedro Kosovski, Jô Bilac e pelo próprio Luís Miranda.

Os ingressos custam R$ 30,00 (meia-entrada) e R$ 60,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada) e R$ 40,00 (inteira) nas fileiras P, Q e R, e podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro ou no site www.ingressorapido.com.br. A realização é da Dueto Produções, com patrocínio da SulAmérica Seguros e apoio do UOL.  A produção local é da Teatro GT e Brain+. Outras informações pelo telefone (19) 3294-3166.

Sobre o espetáculo

Nesta versão do século XXI, “5X Comédia” conta com um time de primeira linha de humoristas da dramaturgia nacional: Bruno Mazzeo, Débora Lamm, Luís Miranda, Katiuscia Canoro e Lúcio Mauro Filho. Os dois últimos substituem Thalita Carauta e Heloísa Périssé, que atuaram na primeira passagem por Campinas, em março de 2018.

Unidos esteticamente pelo cenário de Daniela Thomas e Camila Schmidt, pela luz de Maneco Quinderé e pelo figurino de Cassio Brasil, os cinco atores apresentam esquetes que dialogam na atualidade do roteiro. Temas e citações se repetem aqui e ali: o novo feminismo, a intolerância tênue entre civilidade e barbárie e até mesmo o desenho animado “Peppa Pig”.

“Nana, Nenê” é o primeiro texto do roteirista Antonio Prata para o teatro, e retrata o desespero do clarinetista Rodrigo (Bruno Mazzeo), um pai de primeira viagem que recorre a métodos nada ortodoxos para fazer seu filho dormir.

Em “Branca de Neve”, de Julia Spadaccini, a personagem vivida por Débora Lamm luta para se desapegar da vida de princesa e tentar construir uma nova personalidade.

Escrita por Pedro Kosovski, “Milho aos Pombos” conta a história de uma eterna aspirante a atriz (vivida por Katiuscia Kanoro) cuja principal habilidade é tirar do sério o diretor de elenco.

Já em “Bola Branca”, o ator Lúcio Mauro Filho vive um homem na tentativa desesperada de meditar em meio ao caos urbano. Ao tentar esvaziar a mente, a busca pelo sentido da vida se coloca em seu caminho.

Em “Madame Sheila”, esquete escrito e encenado por Luís Miranda, uma socialite francesa avessa aos costumes brasileiros vem ao país para fazer uma palestra sobre sofisticação e elegância – além de, obviamente, enaltecer os prazeres de uma vida na Europa.

Semelhanças e diferenças

As versões anteriores de “5X Comédia”, de 1993, 1995 e 1999 – dirigidas por Hamilton Vaz Pereira e produzidas por Monique Gardenberg – celebrizaram-se por fichas técnicas que se entrelaçavam desde a década de 1970. Foram 15 quadros e 12 atores revezando-se nos palcos.

De acordo com Monique, agora não é muito diferente. “São atores-criadores que se uniram para a produção de um novo humor”, explica. Já na opinião de Hamilton, comparar a nova versão com a antiga pode ser um perigo. Mas, segundo ele, “a montagem atual não se amedronta, e podemos perceber isso nos textos que recebemos e na vitalidade que está sendo mostrada por cada intérprete”.

O diretor louva o fato de o espetáculo captar, ao mesmo tempo, um novo momento e uma nova maneira de produzir o riso, com conteúdo, graça e espírito de uma geração. Para Monique, “é uma turma que busca alternativas, novos canais para existir, e é nesse encontro mais livre que surgem ideias surpreendentes, que apontam para um humor irreverente, antenado”.

Sobre os atores

Bruno Mazzeo
Ator, humorista e roteirista, estreou na televisão em 1991, como redator do programa “Escolinha do Professor Raimundo”, eternizado por seu pai Chico Anysio. Nos anos seguintes, escreveu para séries como “Sai de Baixo”, “A Diarista” e “Junto & Misturado”. Como ator, divide seus trabalhos entre o cinema, a televisão e o teatro. Estrelou e escreveu os filmes “Muita Calma Nessa Hora” e sua sequência “Muita Calma Nessa Hora 2”, além de “Cilada.com” e “E Aí… Comeu?”. Atualmente, está no ar com a segunda temporada da nova versão da “Escolinha do Professor Raimundo”, no canal Viva.

Débora Lamm
Começou a carreira de atriz no teatro O Tablado, em 1997. Conta com mais de 40 peças no currículo, 11 indicações a prêmios de teatro e quatro troféus de melhor atriz. É fundadora e integrante da Cia OmondÉ. No cinema, esteve no elenco dos dois “Muita Calma Nessa Hora”, em “1972”, em “Um Homem Só” e no premiado “Seja o Que Deus Quiser”. Na TV, atuou em novelas como “Celebridade”, “Um Anjo Caiu do Céu”, “Geração Brasil”, além de diversas séries como “Cilada”, ”Junto & Misturado”, “Avassaladoras”, “A Grande Família” e “Louco por Elas”. Atualmente, está no ar no sucesso “Zorra”, da Rede Globo.

Katiuscia Canoro
Tornou-se conhecida pelo grande público com a personagem Lady Kate, no programa “Zorra Total”, da Rede Globo, em 2008. Quatro anos depois, entrou para o elenco fixo do seriado “A Grande Família”. Entre as peças que encenou no teatro estão “Mulheres de Chico”, “Pânico no Mercado” (maior bilheteria do festival de teatro de Curitiba, na mostra Fringe), “Contadores de História” (pelo qual foi indicada a Melhor Atriz do Troféu Gralha Azul de Curitiba), “Medea”, “Memória” e “Macbeth”. Em 2016, criou, escreveu e atuou no programa “Tudo Tudo” no canal Multishow.

Lúcio Mauro Filho
Fez sucesso como o personagem Tuco, de “A Grande Família”, da TV Globo. Já participou dos programas “Zorra Total”, “Sexo Frágil” e da nova “Escolinha do Professor Raimundo”.  No teatro, participou de grandes sucessos como “Lisbela e o Prisioneiro”, de Guel Arraes, e “O Mágico de Oz”, de Charles Möeller e Claudio Botelho, além de produzir, dirigir e atuar na peça “Lucio 80-30”, ao lado do pai, o ator Lúcio Mauro. Em 2012, recebeu o Prêmio Zilka Sallaberry de melhor diretor pelo espetáculo “Uma Peça Como Eu Gosto”. No cinema, esteve em filmes como “O Coronel e o Lobisomem”, “Vai Que Dá Certo”, “Entrando numa Roubada” e “Elis”.

Luís Miranda
Ator, autor e bailarino formado pela Escola de Arte Dramática da USP, atuou em mais de 20 espetáculos. Trabalhou em longas memoráveis, como ”Bicho de Sete Cabeças”, “Carandiru” e ”Quincas Berro D’Água”. Na TV, esteve em ”Sob Nova Direção”, “A Grande Família” e “Junto & Misturado”. Atualmente integra o elenco de “Zorra”, na Rede Globo. 

Serviço
5X Comédia
Data:
24 e 25 de agosto (sábado e domingo)
Horário: Às 21h30 no sábado e às 19h no domingo
Local: Teatro Iguatemi – 3º piso do Iguatemi Campinas
Endereço: Av. Iguatemi, 777 – Vila Brandina
Classificação etária: 14 anos
Duração: 100 minutos
Ingressos: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia-entrada)
Fileiras P, Q e R: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada)
Vendas: Na bilheteria do Teatro (de segunda a sábado das 10h às 22h e no domingo das 12h às 20h) e no site www.ingressorapido.com.br
Mais informações: (19) 3294-3166

Deixe uma resposta

CAPTCHA